2016: A obrigatoriedade de um “Responsive WebDesign”

A língua inglesa parece sempre “encaixar”
melhor quando falamos de temas relacionados com a Internet. Até porque quando traduzimos
“Responsive WebDesign” para a nossa língua fica “Sítio Online Responsivo”. Mas mesmo parecendo estranho é mesma este
o cerne da questão e é imperativo termos um “Sítio Online Responsivo” que responda às exigências dos
utilizadores da Internet nos dias de hoje.
Este tema tem gerado muita conversa,
discussão entre todos os marketeers e
web designers espalhados pelo mundo. E qual é a explicação para toda esta
importância?
Responsive WebDesign (ou um Sítio Online Responsivo, se preferirem)
permite que os conteúdos apresentados na Internet sejam eles imagens, textos, vídeos
ou outros, respondam de uma forma dinâmica ao dispositivo que está a ser
utilizado para consultar essa informação. Isto é, se ajuste automaticamente a
um computador, telemóvel ou tablet, em que todos os elementos que compões o
site se reconfigurem para a escala ideal adaptando-se naturalmente a qualquer
dispositivo. Realizar esta tarefa eficazmente é um dos maiores desafios de um
design responsável. Felizmente, já existem várias ferramentas disponíveis que
ajudam a desenvolver este trabalho.
Um “Sítio
Online Responsivo”
já é um fator-chave para o sucesso de uma empresa. Por
algum motivo o Google introduziu como um dos elementos-chave de análise, para
além da localização e da hora o dispositivo que está a ser utilizado. É
fundamental compreender estas mudanças e manter-se a par com as mesmas de forma
a rapidamente ultrapassar a sua concorrência.
O design responsável não é trivial. Mas este
permite que o utilizador que procura o que o seu “sítio” tem para lhe oferecer tenha a melhor experiência possível pois
é uma das formas mais eficazes de gerar envolvimento/aproximação com os seus
Clientes e Potenciais Clientes e permite triplicar o rácio das conversões na
grande parte das diferentes áreas de negócio.
Se já tem um site está na altura de parar,
analisar e se for caso disso alterá-lo para um “Sítio Online Responsivo”. Se não tem, definitivamente é altura de
o ter. É importante não esquecer que a utilização da internet através do mobile
cresce todos os anos e nalguns países já ultrapassa a utilização em computador.
Por isso em 2016 o mobile marketing
vai continuar a ocupar uma posição de destaque.
To talk about digital as some kind of
separate entity is to not understand it. Our lives ARE digital is not a thing,
it is simply a more flexible, response and efficient way to do business
.”
Jeff Dodds, the Chief Executive of Tele 2 Netherlands

 

Na WebWeDo estamos focados nesta questão. Queremos
parar consigo, analisar e ajudá-lo a concluir, nem que seja que não há nada
para mudar. Contacte-nos!