O que fazer para o seu negócio online crescer

O que deve ser feito em termos de e-commerce, de melhoria de design do seu site e conteúdo?
Deixamos-lhe aqui aqueles que consideramos serem os sete pilares principais de design e conteúdo.

1.   Realizar uma auditoria de conteúdo ao seu site
Analisar os conteúdos existentes e verificar o que já perdeu actualidade ou eventualmente o que já não se encaixa com as prioridades para o seu negócio. Criar uma folha de cálculo onde deverá marcar cada página que deverá ser mantida, revista ou excluída. Este passo irá auxiliá-lo a  afinar a navegação no site , bem como melhorar a experiência do utilizador. Além disso, pode ajudar à análise e posterior adaptação dos conteúdos existentes que não estejam a ter um bom desempenho em termos de captação de interesse.
Da mesma forma, permite rever todo o seu site e certificar-se que não há links que não funcionam. Estes links não só tornam os visitantes impacientes (e a maioria é impaciente), como também diminui o page rank do Google.

2.   Realizar uma auditoria de design ao seu site – e explorar maneiras de torná-lo mais atraente para os visitantes .
Escolher as fontes de letra correctas, cores e grau de espaços em branco têm um grande impacto na interação com o site. Estes elementos refletem a credibilidade, a utilização e a predisposição de um site. Portanto, é importante  adequá-los a um determinado público. Embora o uso de diferentes tipos de letra permita mostrar a criatividade, muitas fontes variadas podem ter um efeito dissonante.
Além disso, é importante que as páginas não estejam confusas com muitas imagens ou muito texto, de modo a que os visitantes possam ver claramente o que está na oferta e não se distraírem, saindo frustrados da sua página. Portanto, tente simplificar páginas – mantendo-as  limpas e simples.

3.    Certifique-se que o seu site é mobile friendly
Sem uma versão móvel do seu site , vai perder clientes valiosos que só têm hipótese de visitar o seu site num dispositivo móvel. Sem um design apelativo (ou mobile-friendly), irão encontrar o site difícil de navegar e o que provavelmente irá acontecer é voltarem  para a página dos  resultados do Google e dirigirem-se para outro site, desta vez mobile-friendly . Além disso , a Google começou a colocar ícones ao lado de sites móveis nos resultados da pesquisa , que irão impulsionar ainda mais a fuga ao seu site, caso não tenha este ícone incluido.

4.    Adicionar novos conteúdos ao seu site 
(em vez da página do Facebook), especialmente comentários e imagens criadas pelo utilizador. A única dica que damos  a cada um dos nossos clientes, sejam eles de  comércio electrónico ou não, é a de trazer conteúdos de volta para seus próprios sites. Ao longo dos anos, temos visto um aumento dos Clientes que colocam conteúdos, e em grande  parte são realmente bons conteúdos , mas que são apenas colocados em  meios de comunicação social ou redes sociais, e não nos próprios sites . Estão a gastar cada vez menos tempo na construção de bases de dados para newsletters e em leituras de blogs. A longo prazo poderão ser prejudicados.
Apresentem opiniões dos consumidores nas suas páginas de produtos e integrem fotografias  criadas  pelo consumidor, bem como vídeos e posts, experiências a nível do mobile  e até mesmo em loja. Não só fornece informação vital que ajuda os Clientes a tomar melhores decisões de compra , como os satisfaz com experiências sociais envolventes que podem impulsionar as vendas em termos de influência e de sensibilização.
Além disso , uma investigação mostrou que a adição de conteúdo visual de redes sociais em páginas de produtos fornece um aumento de compromisso de 25% a 40% e um aumento de conversões na ordem dos  3-9%, acima do impacto alcançado pela exibição de comentários na página, que continuam a ser uma das fontes mais influentes para os  consumidores que procuram sempre bastante  informação antes de efectuar uma compra.

5.   Melhore as descrições dos seus produtos
Quando se trata de ser encontrado no Google, os seus produtos podem se situar entre uma enorme concorrência. Quanto mais detalhada for  a descrição do produto, mais facilmente será encontrado. O uso de descrições de fabricante é um grande erro em termos de  SEO.
Dito isto, o foco deve ser feito na eliminação complexa de  informações sobre o produto, de forma a  que as páginas sejam mais fáceis de interpretação  para os utilizadores. Em vez de informar os utilizadores de que produto se trata, diga-lhes quais são os benefícios. Como um bom exemplo nesta área, encontramos a Google.
E não tenha qualquer receio em utilizar conteúdos de vídeo. Tem tudo a ver com a experiência do utilizador. E quanto mais depressa os utilizadores entenderem o que tem para oferecer , mais rapidamente irá conseguir obter conversões.

6.   Use fotografias com qualidade profissional – mas certifique-se de que não irão aumentar o tempo de upload. 
Fotografias e imagens de alta qualidade de um produto  são essenciais para a venda on-line, mas muitos proprietários só o sabem fazer com muito pouca qualidade.  Tendo como base que as fotografias são um dos factores-chave de venda para empresas on-line, manter fotos actualizadas do produto e colocar novas fotografias, é tão importante como atualizar seu portfólio. Assim, neste novo ano, iremos nos concentrar menos em estilos antigos de  fotografias ou em  fotos do produto standard, mas  mais em  fotos atractivas e orientadas para o estilo de vida actual, complementando a diversão e a vibração moderna dos produtos que se querem promover e vender.
Para tornar as imagens mais eficazes, deve garantir que as mesmas são comprimidas, consolidadas, corretamente dimensionadas e formatadas e optimizadas.

7.   Certifique-se que sabe analisar o  “Analytics” –  para que saiba quais as páginas que estão a atrair mais visitas (e as que não) . Certifique-se que todas as páginas do seu site têm um código de rastreamento – tracking code – para o Google Analytics ou para qualquer outra  plataforma de análise que utilize.

Não se esqueça que, quanto mais souber sobre seus visitantes [e o que gostam e apreciam], mais informação terá para  melhorar a experiência do Cliente no seu site.